Para enviar uma Mensagem click na foto depois do Login. Será excluído, dependendo do seu perfil.

As Novidades do Site Oficial

Considere que maravilha é uma árvore.


PENSE sobre uma árvore, apenas por um instante. Seus ramos fornecem sombra. Seus frutos sustentam a vida. As florestas abrigam criaturas selvagens, impedem enchentes e protegem a terra que produz alimentos.


Realmente, desde a criação da humanidade, os homens têm-se maravilhado diante da força e pacificidade das árvores. A Bíblia se refere aos cedros do Líbano, árvores que atingiam uma altura de 37 metros, e tinham troncos com 12 metros de circunferência. (1 Reis 5:6) Todavia, há árvores ainda bem maiores.


A árvore Banyan (Ficus benghalensis), da Índia, inclui centenas de raízes nutridoras e fixadoras, e pode abranger quase meio hectare de solo. Um cipreste de Montezuma, no estado de Oaxaca, México, tem 35 metros de circunferência e 12 metros de diâmetro. Calculou-se certa vez sua idade como sendo de "10.000 anos". Mas, imagina-se agora que se trata de vários troncos que cresceram juntos, tendo uma idade respeitável, porém mais razoável, de talvez 500 anos.


Entre as árvores elevadas, o eucalipto australiano ergue-se bem alto. Há um século, noticiou-se um que media 132 metros até o ponto em que seu topo tinha sido quebrado. Embora, hoje, duvide-se da exatidão dessa medição, não resta dúvida que os eucaliptos australianos acham-se entre as árvores mais altas do mundo.


Pensa-se que as mais altas das árvores presentemente vivas sejam as sequóias gigantes (Sequoia sempervirens) da costa dos EUA, que atingem excepcional altura nos vales neblinosos da costa do norte da Califórnia, EUA. Colunas aflautadas e sombreadas dessas graciosas árvores erguem-se perfeitamente eretas por até 60 metros antes que os primeiros ramos laterais se estendam para formar alta abóbada verde sobre o solo pacífico da floresta. A mais alta sequóia de que se tem registro, descoberta somente em 1963, ergue-se à altura de 112 metros.


Em notável contraste, há as vizinhas florestas-anãs, em que um adulto pode curvar-se para tocar nos topos de árvores que já cresciam antes que ele nascesse. Ao visitar os majestosos bosques de sequóias, poderá parar para ver a floresta-anã no Parque estadual de "Russian Gulch", a cerca de 193 quilômetros ao norte de São Francisco, EUA. Ali, o solo cerceou o crescimento das árvores a tal ponto que pinheiros e ciprestes de 15 anos só têm de 15 a 25 centímetros de altura. Árvores que se imagina terem um século de idade são menores do que um homem adulto. As árvores mais largas (embora não sejam as mais altas) do mundo se encontram a cerca de 193 quilômetros mais para o interior, situando-se nas Montanhas da Serra Nevada, da Califórnia, EUA.


Que maravilhosas provisões variadas foram incorporadas nas primeiras árvores! O salmista bíblico disse que coisas tais como "árvores frutíferas e todos os cedros" deveriam louvar a Deus. (Sal. 148:7, 9) Nós mesmos fomos criados com a tendência de apreciar o vigor delas Assim, refletir sobre tais maravilhas da criação nos deve tornar ainda mais gratos pela sabedoria de seu grande Criador.

0 Comentaram (Comente também):

Postar um comentário

Dependendo do conteúdo, seu comentário poderá ser excluído.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...