Para enviar uma Mensagem click na foto depois do Login. Será excluído, dependendo do seu perfil.

As Novidades do Site Oficial

Destaque dos Salmos 142-150


(Salmos 142:1) 142 Com a minha voz passei a clamar por socorro a Jeová; Com a minha voz comecei a implorar favor a Jeová. . .
A fim de escapar da fúria de Saul, Davi se refugiou numa caverna perto de Adulão, e ali se juntaram a ele “cerca de quatrocentos homens”. (1Sa 22:1, 2) Novamente perseguido por Saul, Davi ocultou-se numa caverna no ermo de En-Gedi, e foi ali que Davi cortou a aba da túnica de Saul, quando este entrou “para satisfazer uma necessidade natural”. (1Sa 24:1-15) Talvez fossem as experiências de Davi nestas duas ocasiões que o induziram a compor os Salmos 57 e 142

(Salmos 142:7)  7 Leva deveras minha alma para fora do próprio calabouço Para elogiar teu nome. Ajuntem-se os justos em torno de mim, Porque ages apropriadamente para comigo. . .
Davi se sentia como se estivesse num calabouço, na época em que se escondia numa caverna, qual refugiado proscrito do Rei Saul. A situação parecia muito tenebrosa para ele, e sua vida constantemente corria perigo, havia armadilhas em seu caminho e não tinha para onde fugir. Orou a Jeová para libertá-lo

(Salmos 143:1) 143 Ó Jeová, ouve deveras a minha oração; Dá deveras ouvidos ao meu rogo. Na tua fidelidade, responde-me na tua justiça. . .
Davi estava cônscio da sua imperfeição, mas o seu coração era pleno para com Deus. Tinha assim confiança em que receberia uma resposta justa. Não nos anima isso? Embora não alcancemos o alvo da justiça de Deus, podemos confiar em que ele nos escute, se nosso coração for pleno para com ele. (Eclesiastes 7:20; 1 João 5:14) Nestes dias iníquos, ao passo que perseveramos em oração, temos de estar resolvidos a “vencer o mal com o bem”. — Romanos 12:20, 21; Tiago 4:7.

(Salmos 143:5)  5 Lembrei-me dos dias de outrora; Meditei em toda a tua atuação; Mantive-me voluntariamente preocupado com o trabalho das tuas próprias mãos.Davi recordava os tratos de Deus com os Seus servos e como ele mesmo fora livrado. Meditava no que Jeová tinha feito a favor do Seu grandioso nome. Deveras, Davi mantinha-se preocupado com os trabalhos de Deus.Não recordamos muitas vezes os tratos de Deus com o seu povo? Claro que sim! Inclui a atuação da ‘grande nuvem de testemunhas’ nos tempos pré-cristãos. (Hebreus 11:32-38; 12:1)

(Salmos 143:7)  7 Oh! responde-me depressa, ó Jeová! Meu espírito chegou ao fim. Não escondas de mim a tua face, Senão terei de tornar-me comparável aos que descem ao poço. . .
Ocasionalmente, nós também talvez sintamos que nossa espiritualidade atingiu um nível baixo. Mas essa situação não é desesperadora. Jeová, que ouve nossas orações, pode acelerar nosso restabelecimento por revigorar-nos por meio de anciãos amorosos, por artigos em A Sentinela ou por partes nas reuniões, que parecem aplicar-se exatamente a nós. — Isaías 32:1, 2.

(Salmos 143:9)  9 Livra-me dos meus inimigos, ó Jeová, É junto a ti que me abriguei. . .
O Diabo e seus agentes gostariam de impedir e parar completamente a nossa obra de proclamação do Reino de Deus. Quer sirvamos em países em que a adoração verdadeira em geral é permitida, quer sirvamos onde ela é suprimida, nossas orações unidas se harmonizam com a petição de Davi: “Livra-me dos meus inimigos, ó Jeová, é junto a ti que me abriguei.” (Salmo 143:9) Nossa segurança contra a calamidade espiritual está em morarmos no lugar secreto do Altíssimo. — Salmo 91:1.

(Salmos 144:5-6)  5 Ó Jeová, encurva os céus para desceres; Toca nos montes para que fumeguem.  6 Lampeja com relâmpagos para os espalhares; Envia as tuas flechas para os lançares em confusão. . .
Isto talvez indique que relâmpagos podem incendiar florestas nos montes, fazendo assim o monte fumegar. Os efeitos dum forte temporal parecem ser descritos quando a Bíblia fala de montes ‘fluírem’ ou ‘se derreterem’. (Jz 5:5; Sal 97:5) Chuvas pesadas produzem riachos e violentas torrentes que levam o solo embora, como que derretendo-o. De modo similar, foi predito que a expressão da ira de Jeová contra as nações resultaria numa matança tal, que o sangue dos mortos derreteria os montes, isto é, levaria o solo embora. (Is 34:1-3) As montanhas ‘gotejarem vinho doce’ significa que os vinhedos nas suas encostas produziriam com abundância. — Jl 3:18; Am 9:13.

(Salmos 144:15) 15 Feliz o povo para quem é assim!” Feliz o povo cujo Deus é Jeová!
Nenhuma relação humana, nenhum bem material e nenhuma realização pessoal pode produzir a felicidade que resulta de se fazer parte do “povo cujo Deus é Jeová”. (Salmo 144:15) A vida de muitos servos de Deus da atualidade confirma isso. Susanne, de 40 e poucos anos, é um exemplo disso. Ela disse: “Hoje em dia, muitos se juntam a certos grupos para atingir objetivos em comum ou para compartilhar interesses comuns. Dificilmente, porém, eles consideram como amigos todos os membros do grupo. Com o povo de Jeová é diferente. O nosso amor a Jeová faz-nos sentir afeto uns pelos outros. Entre o povo de Deus, nós nos sentimos à vontade, não importa em que lugar. Essa união enriquece enormemente a nossa vida. Quem mais pode afirmar ter amigos de grupos sociais e formações totalmente diferentes e da mais ampla variedade de nacionalidades? Posso dizer, de coração, que pertencer ao povo de Jeová é o que dá felicidade.”

(Salmos 145:2)  2 Vou bendizer-te o dia inteiro E vou louvar teu nome por tempo indefinido, para todo o sempre. . .
O Salmo 145 é uma forte resposta à afirmação feita por Satanás, de que Deus é um governante egoísta, que priva suas criaturas de liberdade. (Gênesis 3:1-5) Esse salmo expõe também a mentira de Satanás, de que as pessoas só obedecem a Deus por motivos egoístas, não por amor a ele. (Jó 1:9-11; 2:4, 5) Assim como Davi, os verdadeiros cristãos hoje dão uma resposta às acusações falsas do Diabo. Prezam a esperança de ter vida eterna sob o governo do Reino, porque desejam louvar a Jeová por toda a eternidade. Milhões já começaram a fazer isso por terem fé no sacrifício resgatador de Jesus e servirem obedientemente a Jeová por amarem a ele como seus adoradores dedicados e batizados. — Romanos 5:8; 1 João 5:3.

(Salmos 145:4) 4 Geração após geração gabará os teus trabalhos, E contarão os teus potentes atos. . .
Embora Davi não pudesse ver a Deus, havia maneiras de ele aumentar seu apreço pela dignidade de Jeová. Por exemplo, ele podia ler o registro das Escrituras sobre os atos poderosos de Deus, tais como o da destruição dum mundo iníquo por meio dum dilúvio global. É bem provável que Davi notasse como os deuses falsos do Egito foram humilhados quando Deus libertou os israelitas da escravidão egípcia. Tais acontecimentos atestam a dignidade e a grandeza de Jeová.

(Salmos 145:9) 9 Jeová é bom para com todos, E suas misericórdias estão sobre todos os seus trabalhos. . .
Já sentiu aquela sensação de prazer ao saborear uma deliciosa refeição? Se não fosse pela bondade de Jeová em projetar a Terra com seu suprimento reciclável de água doce e com “estações frutíferas” que produzem muito alimento, não haveria refeições. Jeová demonstra essa bondade não só para com os que o amam, mas para com todos. Jesus disse: “Ele faz o seu sol levantar-se sobre iníquos e sobre bons, e faz chover sobre justos e sobre injustos.” — Mateus 5:45.

(Salmos 145:18-19) 18 Jeová está perto de todos os que o invocam, De todos os que o invocam em veracidade. ר [Rexe] 19 Realizará o desejo dos que o temem E ouvirá seu clamor por ajuda, e ele os salvará. . .
Aproxima-se a fase decisiva quando a questão da soberania de Jeová será resolvida. Conforme predito no capítulo 38 de Ezequiel, Satanás em breve cumprirá seu papel como “Gogue da terra de Magogue”. Isso envolverá um ataque mundial contra o povo de Jeová. Será um esforço intenso da parte de Satanás para quebrantar a integridade dos servos leais de Deus. Os adoradores de Jeová, como nunca antes, vão ter de invocá-lo fervorosamente, até mesmo clamando por ajuda. Como será emocionante sentir Jeová bem perto e sentir seu poder salvador quando ele aniquilar todos os iníquos! Naturalmente, naquela época decisiva agora tão próxima, Jeová escutará apenas “os que o invocam em veracidade”. Certamente, não escutará os hipócritas. A Palavra de Deus mostra claramente que a invocação do seu nome na última hora pelos iníquos sempre foi em vão. — Provérbios 1:28, 29; Miquéias 3:4; Lucas 13:24, 25.

(Salmos 146:3) 3 Não confieis nos nobres, Nem no filho do homem terreno, a quem não pertence a salvação. . .
Deve-se admitir que confiar em humanos nem sempre é errado. Esses textos simplesmente salientam que nunca é errado confiar em Deus, mas ter confiança em humanos imperfeitos pode às vezes resultar em calamidade. Por exemplo, os que confiam em humanos para realizar o que somente Deus pode — dar salvação e trazer plena paz com segurança
— vão sofrer desapontamento. — Salmo 46:9; 1 Tessalonicenses 5:3.

(Salmos 146:4)  4 Sai-lhe o espírito, ele volta ao seu solo; Neste dia perecem deveras os seus pensamentos. . .
Se o espírito, ou força de vida (rú·ahh; pneú·ma), não fosse impessoal, então significaria que os filhos de certas viúvas israelitas, ressuscitados pelos profetas Elias e Eliseu, na realidade, tiveram existência consciente em outra parte, no período em que estiveram mortos. O mesmo se teria dado também com Lázaro, que foi ressuscitado uns quatro dias depois de seu falecimento. (1Rs 17:17-23; 2Rs 4:32-37; Jo 11:38-44) Neste caso, seria razoável que eles se lembrassem de tal existência consciente durante aquele período, e, ao serem ressuscitados, teriam-na descrito, falando sobre ela. Nada indica que qualquer deles tenha feito isso. Portanto, a personalidade do morto não é perpetuada na força de vida, ou espírito, que pára de funcionar nas células do falecido.


(Salmos 147:4) 4 Ele está contando o número das estrelas; A todas elas chama pelos [seus] nomes. . .
Os astrônomos calculam que há mais de 100 bilhões delas só na nossa galáxia, a Via-Láctea. Mas a nossa galáxia é apenas uma dentre muitas outras, muitas das quais fervilham com mais estrelas ainda. Quantas galáxias existem? Alguns astrônomos estimam em 50 bilhões. Outros calculam que possam existir até 125 bilhões. De modo que o homem não consegue determinar nem mesmo o número de galáxias e muito menos o total exato dos bilhões de estrelas que elas contêm. Mas Jeová sabe quantas são. Além disso, ele dá um nome a cada estrela!

(Salmos 148:8) 8 Vós, fogo e saraiva, neve e densa fumaça, Vento tempestuoso, cumprindo a sua palavra,
De fato, Jeová usa também as forças inanimadas da natureza para cumprir a sua vontade. Considere o fogo. Em décadas passadas, os incêndios florestais eram vistos apenas como destrutivos. Agora, os pesquisadores acreditam que o fogo desempenha um importante papel ecológico, eliminando árvores velhas e doentes, contribuindo para a germinação de muitas sementes, reciclando nutrientes e, na realidade, diminuindo o risco de grandes incêndios descontrolados. A neve também é vital: rega e fertiliza o solo, abastece os rios, bem como isola plantas e animais de temperaturas congelantes.

(Salmos 150:6)  6 Toda coisa que respira — louve ela a Jah. Louvai a Jah. . .
Em harmonia com o seu propósito, e com seu direito e poder qual Criador, Jeová pode colocar as palavras apropriadas na boca de seu servo. No caso dos seus profetas, ele fez isso milagrosamente, por inspiração. (Êx 4:11, 12, 15; Je 1:9) Em certo caso, fez com que até um animal mudo, uma jumenta, falasse. (Núm 22:28, 30; 2Pe 2:15, 16) Atualmente, os servos de Deus podem ter as palavras Dele na boca, não por inspiração, mas por meio de Sua inspirada Palavra escrita, que os equipa completamente para toda boa obra. (2Ti 3:16, 17) Não mais precisam esperar que Cristo venha prover as boas novas, nem necessitam dirigir-se a alguma outra fonte para obter o que pregam. Têm isso bem diante de si, pronto para falarem, como lhes foi dito: “A palavra está perto de ti, na tua própria boca e no teu próprio coração.” — Ro 10:6-9; De 30:11-14.

2 Comentaram (Comente também):

  1. Como diz o sal 150:6, toda coisa que respira louve a JAH, sim podemos louvar a Jeová com nossos labios e tambem com nossa conduta, á medida que observam nossa excelente conduta muitos tambem virão louvar a Jeová!!!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o seu blog. Convido vc a acessar o meu canal: www.youtube.com/defensortj7
    Assista a um edificante discurso sobre depressão que foi proferido em muitos Salões do Reino no Brasil, e que ajudou milhares de pessoas a vencer esse mal. Convido-o a divulgá-lo, copiá-lo para o seu blog e a divulgá-lo de outras formas, para o benefício de muitos outros. Felicidades!

    ResponderExcluir

Dependendo do conteúdo, seu comentário poderá ser excluído.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...