Para enviar uma Mensagem click na foto depois do Login. Será excluído, dependendo do seu perfil.

As Novidades do Site Oficial

Destaque de Lamentações 1-2


Leitura da Bíblia: Lamentações 1-2

ESTE livro das Escrituras inspiradas certamente é bem denominado. É uma lamentação que expressa profundo pesar sobre aquele evento calamitoso na história do povo escolhido de Deus, a destruição de Jerusalém, em 607 AEC, por Nabucodonosor, rei de Babilônia. Em hebraico este livro é chamado segundo a sua primeira palavra, ’Eh·kháh!, que significa “Como!”. Os tradutores da Septuaginta grega chamaram o livro de Thré·noi, que quer dizer “Endechas; Lamentos”. O Talmude babilônico usa o termo Qi·nóhth, que significa “Endechas; Elegias”. Foi Jerônimo, escrevendo em latim, que lhe deu o nome de Lamentationes, de onde vem o título em português.     

O livro de Lamentações expressa a completa confiança de Jeremias em Deus. Na mais extrema angústia e esmagadora derrota, sem haver absolutamente esperança de conforto de alguma fonte humana, o profeta aguarda a salvação da mão do grande Deus do universo, Jeová. Lamentações deve inspirar em todos os verdadeiros adoradores a obediência e integridade, dando ao mesmo tempo aviso temível concernente àqueles que desconsideram o maior dos nomes e o que este representa.


(LAMENTAÇÕES 1:12-22). Admite-se isto à medida que a própria Jerusalém fala. Ela pergunta se existe algum pesar que se iguale à dor que Deus a fez sentir. Ele enviou fogo que desolou o templo. Os pecados da cidade viraram jugo, e o sangue fluiu como suco ao Deus pisar o “lagar” dela. Sião estendeu mãos em pesar e súplica, mas não achou consolador, e Jeová agiu com justiça ao punir a rebelde Jerusalém. Que os exultantes inimigos dela sejam tratados por ele com igual severidade!


(LAMENTAÇÕES 1:15) Jeová pisou o próprio lagar de vinho pertencente à virgem filha de Judá — Isto aconteceu  no sentido de que ele havia decretado e permitido . “A virgem filha de Judá” era Jerusalém, que se pensava ser como uma mulher inviolável. Quando os babilônios destruíram essa capital de Judá, em 607 AEC, houve grande derramamento de sangue, comparável ao suco resultante do esmagamento de uvas num lagar. Jeová cuidará de que a cristandade, a antitípica Jerusalém, seja similarmente esmagada.
                                
(LAMENTAÇÕES 2:1)  Como ‘a beleza de Israel foi lançada do céu para a terra’? Uma vez que “os céus são mais altos do que a terra”, o rebaixamento de coisas exaltadas às vezes é representado por estas serem ‘lançadas do céu para a terra’. “A beleza de Israel” — a glória e o poder que possuía enquanto tinha a bênção de Jeová — foi lançada para baixo com a destruição de Jerusalém e a desolação de Judá. — Isaías 55:9.

(LAMENTAÇÕES 2:3) . . .No ardor da ira, ele cortou todo chifre de Israel. Fez recuar a sua direita de diante do inimigo; E continua ardendo em Jacó como fogo chamejante que devora em todo o redor.
Não foi fogo de procedência humana que queimou Jerusalém na visão. Foi fogo milagroso procedente da organização de Deus, semelhante a um carro celeste. O que significa isso? O seguinte: que a destruição completa de Jerusalém COMO QUE por fogo podia ser uma expressão da ira e do furor de Jeová contra aquela cidade. O profeta Jeremias, no seu livro de Lamentações, compara o furor de Jeová (com que Jerusalém foi destruída) a um fogo, embora se usassem além de fogo também a espada, a fome e a peste

 2:1, 6  O que é o “escabelo” de Jeová, e o que é a sua “barraca”? O salmista cantou: “Entremos no seu grandioso tabernáculo; curvemo-nos junto ao seu escabelo.” (Salmo 132:7) Assim, o “escabelo” em Lamentações 2:1 refere-se à casa de adoração de Jeová, ou seu templo. Os babilônios ‘queimaram a casa de Jeová’ como se fosse uma barraca, ou simples cabana, num quintal. — Jeremias 52:12, 13.

(LAMENTAÇÕES 2:8) . . .Jeová pensou em arruinar a muralha da filha de Sião. Estendeu o cordel de medir. Não fez a sua mão recuar do tragar. E ele faz prantear a escarpa e a muralha. Juntamente se desfizeram.
Nas profecias das Escrituras Hebraicas, tal medição fornecia uma garantia de que se faria justiça à base das perfeitas normas de Jeová. Nos dias do iníquo Rei Manasses, a medição profética de Jerusalém atestava uma sentença inalterável de destruição daquela cidade

(LAMENTAÇÕES 4:10) . . .As próprias mãos de mulheres compassivas cozinharam seus próprios filhos. Tornaram-se qual pão para alguém durante o desmoronamento da filha do meu povo. . .
Séculos antes, Moisés alertara os israelitas de que seu futuro seria marcado quer por “bênção”, quer por “invocação do mal”. Usufruiriam bênçãos se guardassem os mandamentos de Deus, mas trariam sofrimentos sobre si mesmos caso rejeitassem Seus caminhos justos. Uma das terríveis consequências seria que os israelitas chegariam ao ponto de comer seus próprios filhos. (Deuteronômio 28:1, 11-15, 54, 55; 30:1; Levítico 26:3-5, 29) Isto realmente aconteceu depois que Jeová abandonou essa nação sem fé e desobediente às mãos dos babilônios. A falta de alimentos na Jerusalém sitiada era tão extrema, e a resultante fome tão premente, que algumas mães, que normalmente seriam compassivas, cozinharam e canibalisticamente comeram seus filhos. — Veja Lamentações 2:20.. Ocorreu uma situação similar depois que os judeus rejeitaram o Messias, que alertara sobre um vindouro cerco de Jerusalém. (Mateus 23:37, 38; 24:15-19; Lucas 21:20-24) O historiador Josefo descreveu um dos horrores do cerco, em 70 EC: “Maria, a filha de Eleazar, . . . matou seu filho, depois assou-o e comeu metade, escondendo e guardando o restante.” — The Jewish War (A Guerra Judaica), traduzido para o inglês por G. A. Williamson, capítulo 20, página 319.

4 Comentaram (Comente também):

  1. Sempre estou passando por aqui! Não deixe de postar! Abraços irmão!!

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado pela ajuda espiritual. Que Jeová lhe dê em dobro!

    ResponderExcluir
  3. Obrigado pela ajuda. Que Jeová continue te abençoando.

    ResponderExcluir

Dependendo do conteúdo, seu comentário poderá ser excluído.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...