Para enviar uma Mensagem click na foto depois do Login. Será excluído, dependendo do seu perfil.

As Novidades do Site Oficial

Destaques de Mateus 26-28

Leitura da Bíblia: Mateus 26-28

(Mateus 26:26) . . .6 Ao continuarem a comer, Jesus tomou um pão, e, depois de proferir uma bênção, partiu-o, e, dando-o aos discípulos, disse: "Tomai, comei. Isto significa meu corpo.. . .

A Igreja Católica ensina que cada vez que se celebra a missa, Jesus Cristo é sacrificado, embora afirme que ele não morre e que o sacrifício é exangue. A Bíblia está de acordo com isso? Veja o que diz Hebreus 10:12, 14: "[Jesus], depois de ter oferecido um sacrifício único pelos pecados, sentou-se para sempre à direita de Deus. De fato, com esta única oferenda, levou à perfeição, e para sempre, os que ele santifica."
*** g99 8/5 p. 27 Como os cristãos devem encarar a missa? ***

(Mateus 26:28) 28 pois isto significa meu 'sangue do pacto', que há de ser derramado em benefício de muitos, para o perdão de pecados.

Sem dúvida, a Ceia do Senhor é uma manifestação maravilhosa "da sobrepujante benignidade imerecida de Deus". E a provisão do sacrifício de resgate feita por Jeová Deus — possibilitada pelo amor abnegado de Jesus — é de fato a Sua "indescritível dádiva gratuita". (2 Coríntios 9:14, 15) Será que essas expressões da bondade de Deus, por meio de Jesus Cristo, não criam em você um profundo e duradouro senso de gratidão e de apreço?
*** w03 1/4 p. 7 A Ceia do Senhor tem grande significado para você ***

(Mateus 26:39) 39 E, indo um pouco mais adiante, prostrou-se com o rosto [em terra], orando e dizendo: "Pai meu, se for possível, deixa que este copo se afaste de mim. Contudo, não como eu quero, mas como tu queres."

 Está recuando de sua decisão de morrer e fornecer o resgate?
De forma alguma! Jesus não está apelando para ser poupado da morte. Repugna-lhe até mesmo a idéia, certa vez sugerida por Pedro, de evitar a morte sacrificial. Em vez disso, está em agonia por temer que o modo pelo qual está prestes a morrer — como detestável criminoso — resulte em vitupério sobre o nome do seu Pai. Ele sente agora que dentro de poucas horas será pregado numa estaca como se fosse a pior espécie de pessoa — um blasfemador contra Deus! É isto o que tanto o aflige.*** gt cap. 117 Agonia no jardim ***

(Mateus 27:12) 12 Mas ele não deu nenhuma resposta enquanto estava sendo acusado pelos principais sacerdotes e anciãos.

Há "tempo para ficar quieto e tempo para falar", diz Eclesiastes 3:7. O problema, portanto, é o seguinte: temos de decidir quando desconsiderar os opositores e quando falar em defesa da nossa fé. Podemos aprender muito do exemplo de alguém que sempre foi perfeito na discrição — Jesus. (1 Pedro 2:21) Ele sabia quando era "tempo para ficar quieto". Por exemplo, quando os principais sacerdotes e os anciãos o acusaram falsamente perante Pilatos, Jesus "não deu nenhuma resposta". (Mateus 27:11-14) Não queria dizer nada que pudesse interferir na execução da vontade de Deus para com ele. Preferiu, em vez disso, deixar que seus atos falassem por ele. Sabia que nem mesmo a verdade mudaria as mentes e os corações orgulhosos deles. De modo que não ligou à acusação deles, negando-se a romper seu silêncio proposital. — Isaías 53:7.
*** w98 1/12 p. 15 par. 10 Defendemos a nossa fé ***

(Mateus 27:51) . . .E eis que a cortina do santuário se rasgou em dois, de alto a baixo, e a terra tremeu, e as rochas se fenderam. . .

Isto indicava de forma dramática que a barreira que impedia a entrada de Jesus no céu fora então removida. Três dias mais tarde, Jeová Deus realizou um milagre notável. Ressuscitou a Jesus dentre os mortos, não como um humano mortal de carne e sangue, mas como gloriosa criatura espiritual que 'continuaria viva para sempre'. (Hebreus 7:24) Quarenta dias mais tarde, Jesus ascendeu ao céu e entrou no verdadeiro "Santo dos Santos", "para aparecer . . . por nós perante a pessoa de Deus". — Hebreus 9:24.*** w96 1/7 pp. 15-16 par. 9 O grande templo espiritual de Jeová ***

(Mateus 28:19) 19 Ide, portanto, e fazei discípulos de pessoas de todas as nações, batizando-as em o nome do Pai, e do Filho, e do espírito santo,

O batismo 'em nome do Pai' indica que o batizando aceita de coração a Jeová Deus como o Criador e legítimo Soberano do Universo. (Salmo 36:9; 83:18; Eclesiastes 12:1) O batismo 'em nome do Filho' significa que a pessoa reconhece a Jesus Cristo — e especialmente seu sacrifício resgatador — como o único meio de salvação proporcionado por Deus. (Atos 4:12) O batismo 'em nome do espírito santo' significa que o batizando reconhece o espírito santo, ou força ativa, de Jeová Deus como o instrumento que Ele usa para executar seus propósitos e para dar força aos seus servos para fazer sua vontade justa em associação com sua organização dirigida pelo espírito. — Gênesis 1:2; Salmo 104:30; João 14:26; 2 Pedro 1:21.
*** kl cap. 18 p. 176 par. 12 Tenha por alvo servir a Deus para sempre ***

Visite Nosso Site Oficial : www.jw.org

0 Comentaram (Comente também):

Postar um comentário

Dependendo do conteúdo, seu comentário poderá ser excluído.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...