Este é um blog que incentiva a edificação através da leitura da bíblia, boa preparação das publicações, cânticos, experiencias e ajuda a direcionar o leitor ao site oficial, aceitamos somente comentários apreciativos e construtivos, visto que não somos um fórum de discussões. Este blog não representa e não é oficial das testemunhas de Jeová, e muito menos é apóstata, basta verificar seu conteúdo, é um blog de iniciativa pessoal, acesse: Nosso Site Oficial: www.jw.org

Destaque de Jó 28-32

http://www.watchtower.org/t/biblia/job/chapter_028.htm (Leitura Semanal)

O homem sabe donde vêm os tesouros da terra (prata, ouro, cobre), “mas a própria sabedoria — donde vem”? (28:20) Ele a tem procurado entre os viventes; vasculhou o mar; não pode ser comprada com ouro ou prata. Deus é aquele que entende a sabedoria. Ele enxerga até as extremidades da terra e dos céus, proporciona o vento e as águas, e controla a chuva e a nuvem de temporal. Jó conclui: “Eis o temor de Jeová — isso é sabedoria, e desviar-se do mal é compreensão.” — 28:28.
30 O angustiado Jó apresenta, a seguir, a história de sua vida. Deseja ser restabelecido à sua anterior posição achegada com Deus, quando era respeitado até mesmo pelos líderes da cidade. Socorria os afligidos e servia de olhos para os cegos. Seu conselho era bom, e as pessoas esperavam suas palavras. Mas, agora, em vez de ter uma posição honrosa, é escarnecido até mesmo pelos mais jovens, cujos pais nem eram dignos de estar com os cães do seu rebanho. Cospem nele e se lhe opõem. Agora, na sua maior aflição, não lhe dão descanso.
31 Jó descreve a si mesmo como homem dedicado, e pede para ser julgado por Jeová. “Ele me pesará em balança exata, e Deus chegará a saber a minha integridade.” (31:6) Jó defende suas ações no passado. Não foi adúltero, nem tramou contra outros. Não negligenciou a ajuda aos necessitados. Embora fosse rico, não confiava nas riquezas materiais. Não adorou o sol, a lua e as estrelas, pois “isto também seria um erro a receber a atenção dos magistrados, pois eu teria renegado o verdadeiro Deus de cima”. (31:28) Jó convida seu adversário em juízo a levantar acusações contra o registro verídico da sua vida.
32 Eliú fala (32:1-37:24). Nesse ínterim, Eliú, descendente de Buz, filho de Naor, e, por conseguinte, parente distante de Abraão, estava escutando o debate. Esperou porque achava que os de mais idade teriam maior conhecimento. Entretanto, não é a idade, mas o espírito de Deus que dá entendimento. A ira de Eliú se acende contra Jó, por este “declarar justa a sua própria alma em vez de a Deus”, mas fica ainda mais irado com os três companheiros de Jó, por sua deplorável falta de sabedoria ao pronunciarem Deus iníquo. Eliú fica “cheio de palavras”, e o espírito de Deus o compele a dar vazão a elas, mas sem parcialidade e sem ‘dar títulos ao homem terreno’. — Jó 32:2, 3, 18-22; Gên. 22:20, 21.

Nosso Comentário

Em Jó 31:28, Jó convida seu adversário em juízo a levantar acusações contra o registro verídico da sua vida. Mas eles não tinham com o que acusa-lo, porque era inculpe e reto aos olhos de Deus, assim também nós devemos estar sem mancha do mundo, para que o vitupério não caia sobre o nome de Jeová, o cristão fiel se preocupa com isso, mesmo em coisas aparentemente pequenas.

1 Comentaram (Comente também):

  1. Em Jó 31:6, Jó pediu para que Jeová o pesasse numa balança exata, assim veria q era integro a Ele. Esse texto me faz pensar na minha relaçao para com Jeová. Será q se eu posso sem medo pedir que Jeová me pese em sua balança de justiça, tendo certeza que Ele não encontra algo errado em mim?

    ResponderExcluir

Dependendo do conteúdo, seu comentário poderá ser excluído.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...