Este é um blog que incentiva a edificação através da leitura da bíblia, boa preparação das publicações, cânticos, experiencias e ajuda a direcionar o leitor ao site oficial, aceitamos somente comentários apreciativos e construtivos, visto que não somos um fórum de discussões. Este blog não representa e não é oficial das testemunhas de Jeová, e muito menos é apóstata, basta verificar seu conteúdo, é um blog de iniciativa pessoal, acesse: Nosso Site Oficial: www.jw.org

Destaque da Bíblia: Provérbios 1-6


(Provérbios 1:1-2) 1 Os provérbios de Salomão, filho de Davi, rei de Israel, 2 para se conhecer sabedoria e disciplina, para se discernirem as declarações de entendimento. . .
As declarações inspiradas reunidas no livro de Provérbios têm um objetivo duplo — ‘conhecer a sabedoria e a disciplina’. (Provérbios 1:2) Tais declarações nos ajudam a adquirir sabedoria, que é a capacidade de ver as coisas com clareza e aplicar o conhecimento para resolver problemas. Por meio delas também recebemos disciplina, ou treinamento moral. Dar atenção a esses provérbios e aceitar seus conselhos pode influir no nosso coração, trazer felicidade e levar ao sucesso. — Hebreus 4:12.

(Provérbios 1:4) 4 para se dar argúcia aos inexperientes, conhecimento e raciocínio ao moço.O raciocínio pode nos alertar aos perigos para a nossa espiritualidade e nos motivar a adotar uma atitude correta como, por exemplo, evitar envolvimentos imorais com colegas de trabalho. Ajuda-nos a reconhecer que nossos irmãos cristãos são imperfeitos, o que fará com que evitemos uma reação precipitada ao sermos provocados. Pode ajudar-nos também a evitar pressões do materialismo, que poderiam nos desviar espiritualmente. — 15/8, páginas 21-4.
1:7; 9:10  Em que sentido o temor de Jeová é “o princípio do conhecimento” e “o início da sabedoria”? Sem o temor de Jeová não pode haver conhecimento, pois ele é o Criador de tudo e Autor das Escrituras. (Romanos 1:20; 2 Timóteo 3:16, 17) Ele é a Fonte de todo o conhecimento verdadeiro. Portanto, o conhecimento começa com o temor reverente de Jeová. Temer a Deus é também o início da sabedoria porque não pode existir sabedoria sem conhecimento. Além do mais, qualquer conhecimento que possa ter, a pessoa que não teme a Jeová não o usará para honrar o Criador.

(Provérbios 1:8) 8 Escuta, meu filho, a disciplina de teu pai e não abandones a lei de tua mãe. . .
No livro de Provérbios, o sábio Salomão chama atenção para a união de pais tementes a Deus diante dos seus filhos, dizendo: “Escuta, meu filho, a disciplina de teu pai e não abandones a lei de tua mãe.” (Provérbios 1:8) Quando os pais mantêm esta espécie de solidariedade razoável diante dos filhos, estes saberão o que se espera deles. Eles talvez procurem jogar pai e mãe um contra o outro para conseguir o que querem, mas a autoridade unida dos pais é de proteção para os jovens.
5:3  Por que uma prostituta é chamada de “mulher estranha”? Provérbios 2:16, 17 refere-se à “mulher estranha” como alguém “que se esqueceu do próprio pacto do seu Deus”. Quem adorava deuses falsos, ou fazia de si mesmo um estranho em relação à Lei mosaica por desprezá-la, como no caso de uma prostituta, era chamado de estranho. — Jeremias 2:25; 3:13. EM GERAL não se avalia quão facilmente um ser humano pode ser influenciado por sugestões. O caso extremo, naturalmente, é o do hipnotismo, cujo poder quase chega ao sobrenatural. Todavia, mesmo à parte do hipnotismo, é digno de nota o que se tem aprendido sobre a sugestionabilidade das pessoas.

(Provérbios 1:10) 10 Filho meu, se pecadores tentarem seduzir-te, não consintas [nisso]. Numa experiência, pediu-se a um grupo de adultos que fechassem os olhos e então se lhes disse vez após vez que estavam caindo. Com que resultado? Quase todos começaram a inclinar-se pelo menos alguns centímetros, e alguns perderam por completo o equilíbrio e caíram no chão. Outra pesquisa revela que pessoas sob o éter, numa mesa operatória, foram adversamente influenciadas por comentários imprudentes da equipe médica. Com isso vemos o poder de sugestões

(Provérbios 1:20) 20 A verdadeira sabedoria é que grita na própria rua. Nas praças públicas está emitindo a sua voz.
Com voz alta e clara, a sabedoria grita em lugares públicos para todos a ouvirem. No antigo Israel, os anciãos davam conselhos sábios e faziam decisões judiciais junto aos portões da cidade. Para nós, Jeová fez a verdadeira sabedoria ser registrada na sua Palavra, a Bíblia, que está amplamente disponível. E seus servos se ocupam hoje em proclamar publicamente a mensagem dela em toda a parte. Deveras, Deus faz com que se proclame a sabedoria perante todos.

(Provérbios 1:22) 22 “Até quando continuareis vós, inexperientes, a amar a falta de experiência, . . .
Ao passo que alguém se torna experiente nos modos de Jeová, ele também aumentará no apreço da importância de se mostrar respeito. Os pais devem dar um bom exemplo neste sentido aos seus filhos. O pai deve mostrar respeito pela mãe, reconhecendo que ela é co-herdeira “do favor imerecido da vida”. (1 Ped. 3:7) Ela também deve mostrar “ter profundo respeito pelo seu marido”. (Efé. 5:33) Ambos devem ter respeito pelos anciãos na congregação, vivendo em harmonia com o conselho bíblico: “Sede obedientes aos que tomam a dianteira entre vós e sede submissos, pois vigiam sobre as vossas almas como quem há de prestar contas.” (Heb. 13:17) Por aderirem assim aos modos de Jeová, mostram respeito por Jeová e seu arranjo teocrático. — 1 Cor. 11:3.

(Provérbios 2:5-6) . . .. 6 Pois o próprio Jeová dá sabedoria; da sua boca procedem conhecimento e discernimento.
A sabedoria é a capacidade de fazer bom uso do conhecimento provido por Deus. E quão maravilhosamente a Bíblia torna disponível a sabedoria! Sim, ela contém palavras de sabedoria, tais como as registradas nos livros de Provérbios e Eclesiastes, e temos de dar atenção a essas palavras. Encontramos também, nas páginas da Bíblia, muitos exemplos que mostram os benefícios de aplicarmos os princípios divinos e as armadilhas de não fazermos caso deles. (Romanos 15:4; 1 Coríntios 10:11) Por exemplo, considere o relato sobre o ganancioso Geazi, ajudante do profeta Eliseu. (2 Reis 5:20-27) Não nos ensina isso a sabedoria de evitar a ganância? E que dizer do resultado trágico das visitas aparentemente inofensivas que Diná, a filha de Jacó, fazia às “filhas do país” de Canaã? (Gênesis 34:1-31) Não discernimos prontamente que é tolice manter más associações? — Provérbios 13:20; 1 Coríntios 15:33.

Lição para Nós
1:10-14. Devemos evitar nos envolver nas más ações de pecadores que tentam seduzir-nos com promessas de riqueza.
3:3. Devemos valorizar muito a benevolência e a veracidade e exibi-las como se fossem um inestimável colar. É preciso também inscrever tais qualidades no coração, tornando-as parte de nós.
4:18. O conhecimento espiritual é progressivo. Para permanecer na luz é necessário ser sempre humilde e manso.
5:8. Devemos nos manter bem longe de todas as influências imorais, não importa se elas vêm por meio da música, do entretenimento, da internet, de livros ou de revistas.
5:21. Será que alguém que ama a Jeová trocaria sua boa relação com o Deus verdadeiro em troca de poucos momentos de prazer? Naturalmente que não! O incentivo mais forte para mantermos a pureza moral é saber que Jeová observa nossos atos e nos considera responsáveis por eles.
6:1-5. Que conselhos magníficos nos dão esses versículos contra ‘prestar fiança’, ou assumir um insensato compromisso financeiro em nome de outros! Se depois de um exame mais cuidadoso a nossa ação não parecer prudente, devemos sem demora ‘arremeter contra o próximo’ com insistentes pedidos de revisão do assunto e fazer o possível para corrigir as coisas.
6:16-19. Aqui há sete coisas básicas que englobam quase todo tipo de transgressão. Devemos odiá-las.
6:20-24. Ser criado com base nos princípios bíblicos pode proteger a pessoa contra a armadilha da imoralidade sexual. Os pais não devem negligenciar esse treinamento.


0 Comentaram (Comente também):

Postar um comentário

Dependendo do conteúdo, seu comentário poderá ser excluído.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...