Este é um blog que incentiva a edificação através da leitura da bíblia, boa preparação das publicações, cânticos, experiencias e ajuda a direcionar o leitor ao site oficial, aceitamos somente comentários apreciativos e construtivos, visto que não somos um fórum de discussões. Este blog não representa e não é oficial das testemunhas de Jeová, e muito menos é apóstata, basta verificar seu conteúdo, é um blog de iniciativa pessoal, acesse: Nosso Site Oficial: www.jw.org

Destaque de Isaías 63-66



 Isaías 63:1a.“Quem é este que está chegando de Edom, o que tem vestes de cores brilhantes de Bozra, este que é honroso na sua vestimenta, marchando na abundância do seu poder?” 
Isaías viu um guerreiro, vigoroso e triunfante, marchando para Jerusalém. As suas vestes magníficas indicam que ele é do mais alto escalão. Ele vinha da direção de Bozra, a cidade mais importante de Edom, sugerindo que obtivera uma grande vitória sobre essa terra inimiga. Quem é esse guerreiro? Alguns eruditos o identificam com Jesus Cristo.Não há dúvida de que esse guerreiro é o próprio Jeová Deus. Em outros lugares ele é descrito como alguém ‘abundante em energia dinâmica’ e que ‘fala o que é justo’. (Isaías 40:26; 45:19, 23) As vestes magníficas do guerreiro nos fazem lembrar das palavras do salmista: “Ó Jeová, meu Deus, mostraste ser muito grande. Tu te vestiste de dignidade e de esplendor.” (Salmo 104:1) Ao passo que Jeová é o Deus de amor, a Bíblia mostra que ele assume o papel de guerreiro, quando necessário. — Isaías 34:2; 1 João 4:16.
(Isaías 64:7)“Ninguém invoca o teu nome, ninguém desperta para agarrar-te; pois escondeste de nós a tua face e fazes que nos derretamos por força de nosso erro.”   A condição espiritual da nação era abismal. O povo não invocava o nome de Deus em oração. Embora não fossem mais culpados do pecado crasso da idolatria, evidentemente negligenciavam a sua adoração, e ‘ninguém despertava para se agarrar’ em Jeová. Obviamente, não tinham uma relação sadia com o Criador. Alguns talvez se sentissem indignos de orar a Jeová. Outros talvez vivessem o seu cotidiano sem levá-Lo em conta. Naturalmente, havia entre le que abunda em poder para salvar.”  Isaías 63:1b.

(Isaías 63:10)“Eles mesmos se rebelaram e fizeram seu espírito santo sentir-se magoado. Transformou-se então em inimigo deles; ele mesmo guerreou contra eles.”Jeová alertou que, embora seja um Deus misericordioso e clemente, “de modo algum isentará da punição”. (Êxodo 34:6, 7) Os israelitas trouxeram sobre si a punição por estabelecerem um padrão de rebeldia. “Não te esqueças de como indignaste Jeová, teu Deus, no ermo”, lembrou Moisés. “Desde o dia em que saíste da terra do Egito até que chegastes a este lugar, mostrastes-vos rebeldes no vosso comportamento para com Jeová.” (Deuteronômio 9:7) Por resistirem aos seus efeitos sadios, eles magoaram, ou contristaram, o espírito de Deus. (Efésios 4:30) Obrigaram Jeová a se tornar inimigo deles. — Levítico 26:17; Deuteronômio 28:63. os exilados exemplos excelentes de pessoas de fé, como Daniel, Hananias, Misael, Azarias e Ezequiel. (Hebreus 11:33, 34) Com a aproximação do fim do cativeiro de 70 anos, homens como Ageu, Zacarias, Zorobabel e o sumo sacerdote Josué estavam prontos para assumir uma excelente liderança em invocar o nome de Jeová. Ainda assim, a oração profética de Isaías pelo visto descreve a condição da maioria dos exilados

(Isaías 65:11) . . .“Mas vós sois os que abandonais a Jeová, os que vos esqueceis do meu santo monte, os que pondes em ordem uma mesa para o deus da Boa Sorte . . .
Por amar a Jeová, nosso Deus: Escolhemos servir a Jeová porque o amamos. Por acatar os exemplos de aviso dos dias de Israel, resistimos a todas as tentações de cometer imoralidade e evitamos estilos de vida que podem nos fazer cair no lamaçal do materialismo deste mundo. (1 Coríntios 10:11; 1 Timóteo 6:6-10) Nós nos apegamos a Jeová e guardamos seus regulamentos. ( Josué 23:8; Salmo 119:5, 8) Antes de os israelitas entrarem na Terra Prometida, Moisés os exortou: “Vede, eu vos ensinei regulamentos e decisões judiciais, assim como me ordenou Jeová, meu Deus, para procederdes deste modo no meio da terra à qual ides para tomar posse dela. E tereis de guardá-los e cumpri-los, porque isso é sabedoria da vossa parte e entendimento da vossa parte diante dos olhos dos povos que ouvirão falar destes regulamentos.” (Deuteronômio 4:5, 6) Agora é o tempo de demonstrar nosso amor a Jeová por colocar a vontade dele em primeiro lugar na nossa vida. Certamente seremos abençoados se escolhermos fazer isso. — Mateus 6:33.

(Isaías 65:17) “Pois eis que crio novos céus e uma nova terra; e não haverá recordação das coisas anteriores, nem subirão ao coração.
Esta “nova terra” é uma nova sociedade de pessoas que aderem aos princípios que Jesus Cristo ensinou. Um desses princípios, Jesus explicou, é que ‘todo aquele que recebe uma criancinha à base do meu nome, a mim me recebe’. (Marcos 9:37) Uma sociedade que tratasse toda criancinha como se ela fosse o próprio Cristo seria sem dúvida “uma nova terra”! Milhões de pessoas já estão se esforçando em fazer exatamente isso, e têm dado esperança a algumas das crianças do mundo.
(Isaías 66:24) “Realmente sairão e olharão para os cadáveres dos homens que transgrediram contra mim; pois os próprios vermes sobre eles não morrerão e o próprio fogo deles não se apagará, e terão de tornar-se algo repulsivo para toda a carne.”  Jesus Cristo provavelmente pensava nessa profecia quando incentivou seus discípulos a simplificar a vida e dar prioridade aos interesses do Reino. Ele disse: “Se o teu olho te fizer tropeçar, lança-o fora; melhor te é entrares com um olho no reino de Deus, do que seres com os dois olhos lançado na Geena, onde o seu gusano não morre e o fogo não se extingue.” — Marcos 9:47, 48; Mateus 5:29, 30; 6:33.
O que é esse lugar chamado Geena? Séculos atrás, o erudito judeu David Kimhi escreveu: “É um lugar . . . adjacente a Jerusalém, e é um lugar repugnante, e eles lançam ali coisas impuras e cadáveres. Havia ali também um fogo contínuo para queimar as coisas impuras e os ossos dos cadáveres. Por isso, o julgamento dos iníquos é parabolicamente chamado de Gehinnom.” Se, como sugere esse erudito judeu, a Geena era usada para a destinação de lixo e de cadáveres dos que não eram considerados dignos de sepultamento, o fogo seria um meio adequado para eliminar tais detritos. O que o fogo não consumisse, os gusanos o fariam. Que simbolismo apropriado do fim derradeiro de todos os inimigos de Deus!



1 Comentaram (Comente também):

  1. tenho 13 anos e sou t.j batizada eu acho muito bom vocês mostrarem um pouco do nosso trabalho para as pessoas pela intarnet,que é o meio de comunicaçao de muitas pessoas.sou de itaperuçu e estou anciosa para conhecer os irmãos que vão vir de betel para cá ,ja conheci o Paulo,e espero conhecer a noiva dele em breve espero que o conhecimentos deles nos mostrem como ser mais beneficiados no ministerio esperamos com grande alegria,amor,bondade e fe o dia 24 de março(o casamento dos irmãos)e dia 1 de abril (a vinda deles para ca). atensiosamente Raiane!!! desculpas mais eu não lembro o nome da noiva do Paulo.

    ResponderExcluir

Dependendo do conteúdo, seu comentário poderá ser excluído.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...