Este é um blog que incentiva a edificação através da leitura da bíblia, boa preparação das publicações, cânticos, experiencias e ajuda a direcionar o leitor ao site oficial, aceitamos somente comentários apreciativos e construtivos, visto que não somos um fórum de discussões. Este blog não representa e não é oficial das testemunhas de Jeová, e muito menos é apóstata, basta verificar seu conteúdo, é um blog de iniciativa pessoal, acesse: Nosso Site Oficial: www.jw.org

Destaque de Ezequiel 1-5


Leitura da Bíblia: (Ezequiel 1-5)

ERA o ano de 613 AEC. O profeta Jeremias estava em Judá, proclamando destemidamente a vindoura destruição de Jerusalém e a desolação da terra de Judá. O Rei Nabucodonosor, de Babilônia, já havia levado muitos judeus cativos. Entre eles estavam o jovem Daniel e seus três companheiros, que estavam servindo na corte caldéia. A maioria dos judeus exilados estava junto ao rio Quebar, “na terra dos caldeus”. (Ezequiel 1:1-3) Jeová não deixou esses cativos sem um mensageiro. Ezequiel tinha 30 anos de idade quando Ele o designou como profeta.
O livro de Ezequiel foi concluído em 591 AEC e abrange um período de 22 anos. Ezequiel foi meticuloso em sua escrita. Fez o relato especificando até mesmo o dia, o mês e o ano de suas profecias. A primeira parte da mensagem de Ezequiel focaliza a queda e a destruição de Jerusalém. A segunda contém pronunciamentos contra as nações em sua volta, e a parte final tem a ver com a restauração da adoração de Jeová. Este artigo analisará destaques do livro de Ezequiel 1:1-24:27, abrangendo visões, profecias e encenações referentes ao que ia acontecer a Jerusalém.

(Ezequiel 1:4-28)  O que representa o carro celestial? Representa a parte celestial da organização de Jeová composta de fiéis criaturas espirituais. O espírito santo de Jeová é a fonte de força desse carro. Seu condutor, que representa a Jeová, é indescritivelmente glorioso. Sua tranquilidade é ilustrada por um lindo arco-íris.
(Ezequiel 1:5-11)  Quem são as quatro criaturas viventes? Em sua segunda visão do carro, Ezequiel identificou as quatro criaturas viventes como sendo querubins. (Ezequiel 10:1-11; 11:22) Nessa segunda descrição, ele se referiu à face de touro como “a face do querubim”. (Ezequiel 10:14) Isso é apropriado porque o touro é símbolo de força e poder, e os querubins são criaturas poderosas.
(Ezequiel 2:6)  Por que Ezequiel é mencionado repetidas vezes como “filho do homem”? Jeová se dirigiu a Ezequiel dessa forma para lembrar ao profeta sua natureza humana, salientando assim o grande contraste que existe entre o mensageiro humano e o Originador divino da mensagem. O mesmo termo é aplicado a Jesus Cristo cerca de 80 vezes nos Evangelhos, mostrando claramente que o Filho de Deus veio como criatura humana, não como encarnação.
(Ezequiel 2:6-8; 3:8, 9, 18-21) -  Não devemos nos sentir intimidados com os iníquos nem deixar de proclamar a mensagem de Deus, que inclui dar-lhes um aviso. Ao enfrentar indiferença ou oposição, precisamos ser duros como um diamante. Contudo, devemos ter cuidado de não nos tornar rudes ou insensíveis. Jesus sentia compaixão pelas pessoas a quem pregava, e nós também devemos ser motivados pela compaixão ao pregar a outros. — Mateus 9:36.
(Ezequiel 2:9-3:3)  Por que o rolo com endechas e gemidos tinha gosto doce para Ezequiel? Por causa de sua atitude para com a comissão que recebeu. Ele se sentia profundamente grato por servir a Jeová como profeta.

(Ezequiel 2:10) E ele o estendeu diante de mim, aos poucos, e escrevera-se nele na frente e no verso; e estavam escritos nele endechas, e gemidos, e lamúria.
 Há vários exemplos, na Bíblia, do uso simbólico da palavra “rolo”. Tanto Ezequiel como Zacarias viram um rolo escrito de ambos os lados. Visto que apenas uma face dum rolo era comumente usada, a escrita em ambas as faces talvez se refira ao peso, à extensão e à seriedade dos julgamentos escritos nesses rolos
(Ezequiel 3:15) Após receber sua comissão, Ezequiel morou em Tel-Abibe, ‘aturdido por sete dias’, digerindo a mensagem que ia declarar. Não deveríamos também tomar tempo para o estudo diligente e meditação a fim de entender verdades espirituais profundas?

(EZEQUIEL 3:26) . . .E a tua própria língua eu farei ficar apegada ao céu da boca e certamente ficarás mudo, e não te tornarás para eles um homem que dá repreensão, porque são uma casa rebelde.
Quando Jeová não tinha nenhuma mensagem para Israel, Ezequiel devia ficar calado no que diz respeito à nação. Ele só devia falar o que Jeová quisesse e quando Ele quisesse. Ficar Ezequiel calado dá a entender que não proferia palavras de significado profético para os israelitas.

(Ezequiel 4:1-5:4) Ezequiel precisou ter humildade e coragem para fazer as duas encenações proféticas. Nós também devemos ser humildes e corajosos ao cumprir qualquer designação dada por Deus.
(Ezequiel 4:1-17)  Ezequiel realmente fez a encenação do sítio que ia sobrevir a Jerusalém? O fato de Ezequiel ter pedido que Jeová mudasse o combustível para cozinhar e de Ele ter concedido esse pedido indica que o profeta realmente fez a encenação. Ele se deitou sobre seu lado esquerdo pelos 390 anos de erro do reino de dez tribos de Israel — desde sua formação em 997 AEC até a destruição de Jerusalém em 607 AEC. E deitou-se sobre seu lado direito pelos 40 anos de pecado de Judá, abrangendo o período desde a designação de Jeremias como profeta em 647 AEC até 607 AEC. Durante todo o período de 430 dias, Ezequiel sobreviveu com pequenas porções de comida e água, indicando de modo profético que haveria fome durante o sítio de Jerusalém.

(EZEQUIEL 4:15) . . .Por conseguinte, ele me disse: “Vê, eu te dei estrume de gado em vez de fezes humanas, e tens de fazer o teu pão sobre ele. . .
Alguns dos povos nômades talvez usassem esterco como combustível. Ezequiel, apresentando uma cena profética do sítio de Jerusalém, objetou quando Deus lhe mandou que usasse excremento humano como combustível para assar pão. Deus bondosamente permitiu-lhe usar em vez disso estrume de gado. (Ez 4:12-17) Isto parece indicar que não era costume fazer isso em Israel.
(Ezequiel 5:1-3)  O que significava Ezequiel pegar um pouco do cabelo que ele ia espalhar ao vento e embrulhá-lo nas abas de sua veste? Isso serviu para mostrar que, após 70 anos de desolação, um restante retornaria a Judá e praticaria a adoração verdadeira. — Ezequiel 11:17-20.

1 Comentaram (Comente também):

  1. viviane f. pereira santos16 de agosto de 2012 13:59

    eu,sou t.j ha 20 anos sou muito feliz por jeova ter me atraido a ele viviane´[terezopolis de goias mateus24;13 sempre perseverado ate o fim sera salvo...

    ResponderExcluir

Dependendo do conteúdo, seu comentário poderá ser excluído.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...