Este é um blog que incentiva a edificação através da leitura da bíblia, boa preparação das publicações, cânticos, experiencias e ajuda a direcionar o leitor ao site oficial, aceitamos somente comentários apreciativos e construtivos, visto que não somos um fórum de discussões. Este blog não representa e não é oficial das testemunhas de Jeová, e muito menos é apóstata, basta verificar seu conteúdo, é um blog de iniciativa pessoal, acesse: Nosso Site Oficial: www.jw.org

Destaques de Salmos 45-51

Clic aqui para leitura de Salmos 45-51

Meu coração palpita por causa de um assunto bom.Estou dizendo: "Meus trabalhos se referem a um rei."Seja a minha língua o estilo de um destro copista-(Salmos 45:1)

O salmista, com o coração 'palpitante por causa de um assunto bom' a respeito do Rei messiânico de Deus, disse: "Seja a minha língua o estilo de um destro copista." (Sal 45:1-5) Tinha o desejo de que a sua língua se mostrasse eloqüente, à altura do enaltecido tema da sua composição, inspirada por Deus. Assim, o salmista desejava que sua língua funcionasse com eficiência, igual ao estilo na mão dum treinado e destro copista, alguém habilidoso.

Tu és deveras mais bonito do que os filhos dos homens.Encanto tem sido despejado sobre os teus lábios.Por isso Deus te abençoou por tempo indefinido.(45:2)

Profecias inspiradas haviam sugerido que o Messias falaria com 'encanto sobre os lábios', usando "palavras de elegância". (Salmo 45:2; Gênesis 49:21) Jesus cumpriu essas profecias por manter a sua mensagem interessante e vívida, usando "palavras cativantes" ao ensinar as verdades que ele tanto amava. (Lucas 4:22) Sem dúvida, esse entusiasmo se expressava no seu rosto, e seus olhos brilhavam em vista do vivo interesse que tinha no assunto. Que prazer deve ter dado escutá-lo, e que modelo excelente para seguirmos quando falamos a outros sobre o que aprendemos!

Deus é o teu trono por tempo indefinido, para todo o sempre;O cetro do teu reinado é um cetro de retidão.(45:6)

Um uso similar de "trono" aparece nas palavras dirigidas profeticamente a Jesus: "Deus é teu trono por tempo indefinido, para todo o sempre." (Salmo 45:6) Jeová é a fonte, ou base, da autoridade régia de Jesus.Ao passo que segurar um bastão de comandante indica que o possuidor dele seria líder, com o poder de mandar, o cetro na mão dum monarca significa estar ele de posse da soberania régia ou da prerrogativa como governante real.

Filhas de reis estão entre as tuas mulheres preciosas.A consorte real tomou a sua posição à tua direita em ouro de Ofir. (45:9)

"Consorte Real" no Céu. Uma vez que Hebreus 1:8, 9, aplica o Salmo 45:6, 7, a Cristo Jesus, parece provável que "a filha do rei", no Salmo 45:13, simbolize profeticamente a classe da sua noiva. Isto tornaria "a consorte real" (hebr.: she·ghál) mencionada no Salmo 45:9 a esposa do Grande Rei, Jeová. Não é a esta "consorte real", mas a Jesus Cristo e aos seus 144.000 associados remidos da terra que Jeová confere autoridade para reinar como reis. - Re 20:4, 6; Da 7:13, 14, 27.

Em lugar de teus antepassados virá a haver teus filhos,Os quais designarás para príncipes em toda a terra.(45:16)

No novo mundo, Jesus designará "príncipes em toda a terra", para tomarem a dianteira entre os adoradores de Jeová na Terra. (Salmo 45:16) Sem dúvida, escolherá muitos deles dentre os atuais anciãos fiéis. Visto que estes homens mostram ser fiéis hoje em dia, ele decidirá encarregar muitos deles de privilégios ainda maiores no futuro, quando revelar o papel desempenhado pela classe do maioral no novo mundo.

Por isso é que não temeremos, ainda que a terra passe por uma mudançaE ainda que os montes cambaleiem para dentro do coração do vasto mar...;(46:2-5)

"Deus é para nós refúgio e força, uma ajuda encontrada prontamente durante aflições. Por isso é que não temeremos, ainda que a terra passe por uma mudança e ainda que os montes cambaleiem para dentro do coração do vasto mar; ainda que as suas águas sejam turbulentas e espumem, ainda que os montes tremam diante do seu alvoroço. . . . Há um rio cujas correntes alegram a cidade de Deus, o grandioso e santíssimo tabernáculo do Altíssimo. Deus está no meio da cidade; ela não será abalada. Deus a ajudará ao surgir a manhã. As nações ficaram turbulentas, os reinos foram abalados; ele fez soar a sua voz, a terra passou a dissolver-se. Jeová dos exércitos está conosco; o Deus de Jacó é para nós uma altura protetora." - Salmo 46:1-7 e cabeçalho.

Bonito pela elevação, a exultação da terra inteira, É o monte Sião nos lados remotos do norte, A vila do grandioso Rei.(48:2)

Jerusalém se localiza a mais de 750 metros de altitude, nos montes centrais da Judéia. A Bíblia se refere à sua "elevação" e fala de adoradores 'subindo' para chegar a ela. (Sal 48:2; 122:3, 4) A cidade antiga era rodeada por vales: o vale de Hinom, ao oeste e ao sul, e o vale da torrente do Cédron, ao leste. (2Rs 23:10; Je 31:40) A fonte de Giom, no vale do Cédron, e En-Rogel, ao sul, supriam água fresca para a cidade - um recurso especialmente importante durante ataques inimigos. - 2Sa 17:17.

Nas suas torres de habitação, o próprio Deus ficou conhecido como altura protetora.(48:3)

Isto seria especialmente significativo para os judeus que olhariam para cima, para o grande baluarte de Jerusalém, a qual, com suas poderosas muralhas defensivas, estava situada numa elevação maior do que quase qualquer outra grande capital da história humana. Por meio do profeta Zacarias, Jeová chama a si mesmo de "muralha de fogo ao redor" de Jerusalém. Isto dá ao seu povo uma animadora garantia de que, embora muralhas de pedra possam ser derrubadas, o próprio Jeová é realmente a defesa dos seus servos. - Sal 48:3, 11-13; Za 2:4, 5.

(Salmos 48:1-6)

O salmista descreveu um encontro de reis, ao verem o esplendor e a magnificência da cidade santa de Deus, Sião, com suas fortes torres e escarpas. Ele disse: "Eles mesmos viram; por isso ficaram pasmados. Ficaram perturbados, foram postos a correr em pânico. Ali se apoderou deles o próprio tremor, dores de parto como as da mulher que dá à luz." O salmo parece descrever um acontecimento real em que reis inimigos ficaram tomados de pânico num planejado ataque a Jerusalém.As dores de parto sobrevêm repentinamente, não se prevendo com exatidão o dia e a hora. As dores primeiro ocorrem a intervalos de aproximadamente 15 a 20 minutos, tornando-se mais freqüentes à medida que o trabalho de parto progride. Na maioria dos casos, o tempo do trabalho de parto é relativamente curto, especialmente em seu segundo estágio, mas uma vez que as dores de parto começam, a mulher sabe que o nascimento está-se aproximando e que é preciso passar por esta experiência dolorosa. Não há 'escapatória'.

45:13, 14a - Quem é "a filha do rei" que "será levada ao rei"? É a filha do "Rei da eternidade", Jeová Deus. (Revelação [Apocalipse] 15:3) Ela representa a glorificada congregação de 144 mil cristãos, que Jeová adota como filhos por ungi-los com espírito. (Romanos 8:16) Essa "filha" de Jeová, "preparada como noiva adornada para seu marido", será levada ao noivo, o Rei messiânico. - Revelação 21:2.

45:14b, 15 - A quem representam "as virgens"? Representam a "grande multidão" de verdadeiros adoradores que se juntam ao restante ungido e o apóiam. Visto que "saem da grande tribulação" com vida, estarão na Terra quando se realizar o casamento do Rei messiânico no céu. (Revelação 7:9, 13, 14) Naquela ocasião, estarão cheios de "alegria e júbilo".

45:16 - De que forma virá a haver filhos em lugar dos antepassados do rei? Quando Jesus nasceu na Terra, ele teve antepassados terrestres. Esses se tornarão seus filhos quando ele os ressuscitar durante o Reinado Milenar. Alguns desses filhos estarão entre os designados como "príncipes em toda a terra".

50:2 - Por que Jerusalém é chamada de "a perfeição da lindeza"? Não era por causa da aparência da cidade. Em vez disso, era porque Jeová a usou e deu-lhe esplendor, por fazer dela o local do seu templo e a sede dos seus reis ungidos.

46:1-3. Não importa que calamidades tenhamos de enfrentar, devemos ter confiança absoluta de que "Deus é para nós refúgio e força".

50:16-19. Quem fala coisas enganosas e pratica a maldade não tem o direito de representar a Deus.

50:20. Em vez de ficarmos ansiosos para divulgar os defeitos dos outros, devemos desconsiderá-los. - Colossenses 3:13.

Comentário do AbcTJ

O salmos 45:17 nos fala de Jeová designar principes em toda a terra, a ordem sempre foi e será uma das principais caracteristicas da personalidade de Jeová, por isso esses anciãos escolhidos serão como que governantes nessa terra, mas tudo debaixo do governo Maior.No novo mundo, principalmente logo depois do armagedom, esse homens colocarão ordem, nas distribuições materiais, tanto para os ressucitados como para os sobreviventes.

Powered by Zoundry Raven

1 Comentaram (Comente também):

  1. Salmos 46:1-3. Não importa que calamidades tenhamos de enfrentar, devemos ter confiança absoluta de que "Deus é para nós refúgio e força".

    ResponderExcluir

Dependendo do conteúdo, seu comentário poderá ser excluído.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...