Este é um blog que incentiva a edificação através da leitura da bíblia, boa preparação das publicações, cânticos, experiencias e ajuda a direcionar o leitor ao site oficial, aceitamos somente comentários apreciativos e construtivos, visto que não somos um fórum de discussões. Este blog não representa e não é oficial das testemunhas de Jeová, e muito menos é apóstata, basta verificar seu conteúdo, é um blog de iniciativa pessoal, acesse: Nosso Site Oficial: www.jw.org

Destaque de Salmos 74-78

Clic aqui para a leitura de Salmos 74-78


74:13, 14 - Quando foi que Jeová 'quebrou as cabeças dos monstros marinhos e esmagou as cabeças do leviatã'? "Faraó, rei do Egito", é chamado de "o grande monstro marinho jazendo no meio dos seus canais do Nilo". (Ezequiel 29:3) O leviatã talvez represente os "fortes de Faraó". (Salmo 74:14, nota) O esmagamento de suas cabeças provavelmente se refere à derrota esmagadora de Faraó e seu exército quando Jeová libertou os israelitas do jugo egípcio.


75:4, 5, 10 - O que significa o termo "chifre"? Os chifres de um animal são uma arma poderosa. Assim, o termo "chifre" simboliza poder, ou força. Jeová 'ergue os chifres de seu povo', enaltecendo-o, ao passo que 'corta os chifres dos iníquos'. Somos alertados a não 'exaltar o nosso chifre', ou não assumir ares de orgulho ou de arrogância. Visto que é Jeová quem 'enaltece', as designações de responsabilidade na congregação devem ser encaradas como vindas dele. - Salmo 75:7.


76:10 - Como pode "o próprio furor do homem" louvar a Jeová? Quando Deus permite que humanos expressem sua ira contra nós, por sermos seus servos, isso pode resultar em algo positivo. Qualquer aflição que soframos pode nos disciplinar de alguma forma. Jeová só permite o sofrimento até o ponto em que este produz tal treinamento. (1 Pedro 5:10) 'O resto do furor do homem, o próprio Deus se cinge dele.' E se sofrermos a ponto de morrer? Isso também pode louvar a Jeová, pois os que observam a nossa perseverança fiel talvez também venham a glorificar a Deus.


78:24, 25; nota - Por que o maná é chamado de "cereal do céu" e de "próprio pão dos anjos"? Nenhuma dessas expressões significa que o maná era o alimento de anjos. Era "o cereal do céu" no sentido de que sua fonte era celestial. (Salmo 105:40) Visto que os anjos, ou os "possantes", residem no céu, a expressão "o próprio pão de anjos" talvez signifique simplesmente que o maná era fornecido por Deus, que reside no céu. (Salmo 11:4) É possível também que Jeová tenha usado anjos para fornecer o maná aos israelitas.



14 Tu mesmo esmagaste as cabeças do leviatã. Passaste a dá-lo como comida ao povo, aos que habitam nas regiões áridas.(74:14)


Aqui o termo hebraico traduzido "monstros marinhos [hebr.: than·ni·ním, plural de tan·nín]" é usado numa expressão paralela com "leviatã", e o esmagamento das cabeças do leviatã pode bem referir-se à esmagadora derrota imposta a Faraó e seu exército por ocasião do Êxodo. Os Targuns aramaicos dão aqui a expressão "os fortes de Faraó", em vez de "as cabeças do leviatã". (Veja Ez 29:3-5, onde Faraó é assemelhado a um "grande monstro marinho" no meio dos canais do Nilo; também Ez 32:2.) Aparentemente, Isaías 27:1 usa leviatã (LXX: "o dragão") como símbolo dum império, uma organização de âmbito internacional e dominada por alguém com o designativo de "serpente" e "dragão". (Re 12:9) A profecia é de restauração para Israel, e, por conseguinte, 'voltar [Jeová] a sua atenção' para o leviatã tem de incluir Babilônia. Contudo, os versículos 12 e 13 levam em consideração também a Assíria e o Egito. Portanto, o leviatã ali evidentemente se refere a uma organização ou império internacional que se opõe a Jeová e a seus adoradores.


18 Lembra-te disso: O próprio inimigo tem vituperado, ó Jeová, E um povo insensato tem tratado teu nome com desrespeito(74:18)


A onda de teorias nada lisonjeiras sobre a origem do próprio homem é um vitupério blasfemo ao Criador Todo-poderoso. Conforme declarou o salmista: "O próprio inimigo tem vituperado, ó Jeová, e um povo insensato tem tratado teu nome com desrespeito." (Sal. 74:18, 22) Tais conceitos tiveram um efeito desmoralizador sobre a humanidade. Os crimes, a violência, as guerras e a imoralidade que prevalecem no mundo são um reflexo do desrespeito dos homens para com a santidade da vida



6 Pois, nem do leste, nem do oeste, Nem do sul há qualquer exaltação.(75:6)



O Salmo 75:6, 7, parece associar Deus com o norte, ao dizer: "Nem do leste, nem do oeste, nem do sul há qualquer exaltação. Pois Deus é o juiz. A este ele rebaixa e aquele exalta." O Rei Nabucodonosor de Babilônia veio em 609 A. E. C. pela rota do norte contra Jerusalém e seu Rei rebelde, Zedequias. Dois anos depois, "a moradora de Sião" podia exclamar: "Nabucodorosor, Rei de Babilônia, . . . tragou-me como cobra grande [ou: dragão]." (Jer. 51:34, 35) Quanto à relação de Jeová Deus com a destruição de Jerusalém, Jeremias o cita como dizendo, lá em 614 A. E. C., as seguintes palavras a respeito de Nabucodonosor como seu instrumento de execução: "Tu és para mim uma clava, como armas de guerra, e por meio de ti hei de espatifar nações [Judá, Egito, Moabe, Amom, Edom, e outras] e por meio de ti vou arruinar reinos. . . . e por meio de ti vou espatifar governadores e delegados governantes." - Jer. 51:20-23.



7 Pois Deus é o juiz. A este ele rebaixa e aquele exalta-(75:7)


Todos, homens e mulheres, devem ser submissos aos que tomam a dianteira e devem esperar em Jeová para receber quaisquer nomeações ou designações de responsabilidade, porque a promoção vem Dele.


8 Porque na mão de Jeová há um copo E o vinho está espumando, está cheio de mistura. E seguramente derramará dele a sua borra;Todos os iníquos da terra [a] sorverão [e a] beberão.-(75:8)


Segundo o que dizem os informados sobre a tendência dos assuntos mundiais, o chamado "destino das nações" não é nada agradável para se ver. Certamente, será uma poção amarga que a humanidade terá de beber. Em vista do contínuo fracasso dos desesperados esforços humanos de afastar uma catástrofe mundial, sentimo-nos impelidos a perguntar: Será que uma Inteligência Superior, sim, Deus, está intervindo no assunto? O "copo" de que todas as nações beberão no futuro próximo contém a poção mais amarga que já terão tomado.


4 Estás envolvido em luz, mais majestoso do que as montanhas de presa.-(76:4)



Um salmo que narra as atividades de Jeová contra homens belicosos retrata-o como estando "envolvido em luz, mais majestoso do que as montanhas de presa". (Sal 76:4) "As montanhas de presa" talvez representem reinos agressivos. Representarem os montes reinos ajuda no entendimento do significado daquilo que é descrito em Revelação (Apocalipse) 8:8 como "algo semelhante a um grande monte ardendo com fogo". Sua semelhança a um monte ardente sugere que está associado a uma forma de governo de natureza destrutiva como o fogo.



6 Diante da tua censura, ó Deus de Jacó, adormeceram profundamente tanto o condutor de carro como o cavalo-(76:6)


Se não fosse do propósito de Deus despertar as pessoas do sono da morte, elas nunca acordariam. - Compare isso com Jó 14:10-15; Je 51:39, 57-Todavia, "morte" e "sono" também podem ser contrastados. Cristo Jesus disse a respeito duma menina falecida: "A menina não morreu, mas está dormindo." (Mt 9:24; Mr 5:39; Lu 8:52)



10 Pois o próprio furor do homem te elogiará; Tu mesmo te cingirás do resto do furor.(76:10)



Jeová pode controlar as circunstâncias de tal modo que o iníquo, sem se aperceber, sirva ao Seu propósito. O salmista disse: "O próprio furor do homem te elogiará; tu mesmo te cingirás do resto do furor." (Salmo 76:10) Jeová pode permitir que Seus inimigos expressem sua ira contra Seus servos - mas apenas até o grau necessário para disciplinar e treinar seu povo. O que passa disso, Jeová torna sem efeito.



2 No dia da minha aflição busquei o próprio Jeová.À noite, minha própria mão tem ficado estendida e não fica entorpecida; Minha alma tem-se recusado a ser consolada(77:2)



Às vezes acontece que os verdadeiros cristãos se encontram isolados, por causa de perseguição. Neste caso, precisam novamente lembrar-se de que, em tais ocasiões de tribulação, o espírito de Jeová consola os que confiam inteiramente Nele. Saber o que fazer em tempos dificultosos é vital, porque o Senhor Jesus ao dar a Revelação ao seu apóstolo João, disse: "Eis que o Diabo estará lançando alguns de vós na prisão, para que sejais plenamente provados." E o apóstolo Paulo declarou: "Todos os que desejarem viver com devoção piedosa em associação com Cristo Jesus também serão perseguidos." - Rev. 2:10; 2 Tim. 3:12; 2 Cor. 1:3, 8-10. Se confiar em Jeová agora, aproveitando-se das provisões espirituais disponíveis, estará em condições de obter forças dele em tempo de crise, forças que o sustentarão durante ela. Isto é o que um dos superintendentes de zona da Sociedade Torre de Vigia fez quando foi detido e passou vexames tanto verbais como físicos, por manter a sua integridade. Falando depois sobre a sua experiência, ele disse: "Oramos muito; em tal situação, passa-se a pensar muito."


6 Vou lembrar-me da minha música de cordas na noite; Vou preocupar-me com o meu coração, E meu espírito fará uma busca cuidadosa.-(77:6)



Interessar-se de coração pelas verdades espirituais e procurá-las cuidadosamente requer tempo para estudo e meditação. É vital tirar tempo para alguns momentos de privacidade na nossa vida.



9 Esqueceu-se Deus de ser favorável Ou tem ele cortado em ira as suas misericórdias? (77:9)


É a dureza de coração das pessoas, sua obstinação e sua recusa de aceitar a clemência e misericórdia dele, que o obriga a adotar um proceder diferente para com eles, fazendo com que Suas misericórdias lhes sejam 'cortadas'. - Sal 77:9; Je 13:10, 14; Is 13:9; Ro 2:4-11.


11 Lembrar-me-ei das práticas de Jah; Pois, vou lembrar-me da tua maravilha de outrora.12 E meditarei certamente em toda a tua atividade E vou ocupar-me com as tuas ações-(77:11,12)


Ele nos proveu sua Palavra escrita, a Bíblia, que registra os muitos atos poderosos que ele realizou em favor de seus servos. Pense: quanta confiança pode ter numa pessoa se conhece apenas o seu nome? Provavelmente muito pouca, se é que alguma. Você precisa conhecer seu modo de ser e de agir para ter confiança nela, não é verdade? À medida que lemos e meditamos nos relatos bíblicos, aprofundamos nosso conhecimento sobre Jeová e seu maravilhoso modo de agir, e percebemos cada vez mais que ele é realmente digno de confiança. Isso fortalece nossa confiança nele



2 Vou abrir a boca numa expressão proverbial; Vou fazer borbulhar enigmas de outrora-(78:2)


Lemos em Mateus 13:34, 35: "Jesus [falou] às multidões por meio de ilustrações. Deveras, nada lhes falava sem ilustração; para que se cumprisse o que fora dito por intermédio do profeta, que disse: 'Abrirei a boca com ilustrações.'" O profeta mencionado por Mateus era o escritor do Salmo 78:2. O salmista escreveu essas palavras sob inspiração do espírito de Deus séculos antes do nascimento de Jesus. Pense no que isso significa. Com centenas de anos de antecedência, Jeová havia determinado que o Messias ensinaria por meio de ilustrações. Portanto, Jeová com certeza deve dar muito valor a esse método de ensino.


5 E ele passou a suscitar uma advertência em Jacó E pôs uma lei em Israel,Coisas que ordenou aos nossos antepassados, Para que as dessem a conhecer aos seus filhos-(78:5)


Aqui se dá a ênfase aos homens como chefes da família e à responsabilidade deles de transmitir instruções espirituais aos seus filhos. O homem devia tomar a dianteira na instrução espiritual de sua esposa e de seus filhos, empenhando-se também em estudo pessoal, para a sua própria saúde espiritual.


No nosso mundo moderno, o homem na família talvez esteja atarefado em prover as coisas materiais necessárias para a sua família. Mas ele comete um erro se disser, assim como muitos fazem: "Ora, deixo os assuntos religiosos para minha esposa." Deus deu ao homem a tarefa de fazer provisão espiritual para sua família, tomando a dianteira nisto, assim como em outras coisas.


12 Ele fizera maravilhas diante dos seus antepassados Na terra do Egito, o campo de Zoã-(78:12)


No Salmo 78:12, 43, "o campo de Zoã" é usado em paralelo com a "terra do Egito", ao narrar os atos miraculosos de Jeová a favor de Israel, os quais resultaram no Êxodo. Isto tem feito com que alguns peritos sustentem que as reuniões de Moisés com Faraó ocorreram em Zoã. De modo similar, tem levado a esforços de relacionar Zoã (Tânis) com a cidade de Ramessés, e também com a cidade de Avaris, mencionada por Mâneto no seu relato sobre os reis chamados hicsos.


Pode-se observar, porém, que a Bíblia usa coerentemente o nome Zoã como aplicado antes do Êxodo (remontando ao tempo de Abraão), na época do Êxodo e depois até o oitavo, o sétimo e o sexto séculos AEC (na época dos profetas Isaías e Ezequiel).


24 E continuou a fazer chover sobre eles maná para comer, E deu-lhes o cereal do céu-(78:24)


Para que gerações futuras pudessem ver o maná, Arão devia depositar perante Jeová um jarro com um gômor (2,2 l) de maná. Depois de se completar a arca dourada do pacto, um "jarro de ouro" com maná foi colocado dentro desta arca sagrada. (Êx 16:32-34; He 9:4) Cerca de cinco séculos mais tarde, porém, quando a Arca foi transferida da tenda erigida para ela por Davi para o templo construído por Salomão, desaparecera o jarro de ouro. (2Sa 6:17; 1Rs 8:9; 2Cr 5:10) Havia cumprido sua finalidade.


25 Homens comeram o próprio pão dos possantes; Enviou-lhes provisões a fartar.(78:25)


A menção de "possantes", ou "anjos", no Salmo 78, sugere que Jeová talvez tenha usado anjos para fornecer o maná. (Salmo 78:25, nota) De qualquer modo, o povo tinha todos os motivos para agradecer a Deus a sua bondade. No entanto, a maioria mostrava uma atitude ingrata para com Aquele que os havia libertado da escravidão no Egito. Nós talvez também encaremos com indiferença as provisões de Jeová ou até fiquemos ingratos, deixando de meditar na benevolência dele.



40 Quantas vezes rebelavam-se contra ele no ermo, Faziam-no sentir-se magoado no deserto(78:40)


Que tipo de pessoa vem a amar? Não é, provavelmente, alguém que tenha sentimentos ternos, alguém que o ame e tente mostrá-lo de muitas formas altruístas, talvez até mesmo fazendo grandes sacrifícios em seu benefício? Este é exatamente o tipo de Pessoa que a Bíblia mostra que Deus é. Ser ele mencionado como 'sentindo mágoa' e 'penado' nos mostra que Ele sente ternos sentimentos e está intensamente interessado em outros. - Sal. 78:38-41.



45 Passou a enviar sobre eles moscões, para que estes os consumissem; E rãs, para que estas os arruinassem.(78:45)


Os moscões que picaram e atormentaram homem e animal tiveram um efeito dizimador sobre a economia egípcia. (Sal. 78:45) Assim, a exposição causada pela mensagem do Reino, de todas as falsas doutrinas e mistérios pagãos da religião falsa de Satanás, foi destrutiva para a influência exercida pela sua organização religiosa entre as massas crédulas. A falsidade de ensinos tais como o da deidade trina, do direito divino dos reis, da imortalidade da alma humana, da transmigração das almas, das torturas em fogo literal de inferno ou de purgatório, ensinos que os clérigos sempre gostaram de inculcar nas massas volúveis, tem sido agora exposta. As verdades bíblicas amplamente divulgadas sobre estes assuntos enfureceram os falsos pastores da religião mundana, ao passo que se expõe claramente, a muitos, a verdadeira fonte dos temores supersticiosos que tiveram e que os vitimaram.


49 Foi enviar sobre eles sua ira ardente,Fúria, e verberação, e aflição, Delegações de anjos trazendo calamidade-(78:49)


Houve ocasiões em que os anjos desempenharam um papel de destaque nos grandes atos do Todo-poderoso. "Delegações de anjos" participaram em trazer pragas devastadoras sobre o Egito, quando Faraó se negou a soltar os israelitas escravizados. (Sal. 78:43-51) Séculos depois, o exército assírio, sob Senaqueribe, ameaçou capturar Jerusalém, capital do reino de Judá. Visto que o fiel Rei Ezequias ocupava então o trono, Jeová Deus não permitiu que acontecesse isso. Em uma só noite, o anjo de Jeová abateu 185.000 dos soldados assírios - "todo homem poderoso, valente, e todo líder e chefe". (2 Reis 19:35; 2 Crô. 32:21) Tendo perdido a parte mais essencial de seu exército, Senaqueribe se viu obrigado a abandonar seus planos de sitiar Jerusalém.


50 Ele passou a preparar uma senda para a sua ira.Não refreou a alma deles da própria morte;E entregou a vida deles à própria pestilência.(78:50)



Se os eruditos tiverem razão ao dizer que a alma humana é a pessoa inteira, inclusive seu corpo carnal, devemos esperar que a Bíblia mencione a alma como sendo mortal. Faz isso? Sim. A Bíblia fala de 'refrear', 'socorrer' e 'salvar' uma néfes ou alma da morte. (Salmo 78:50; 116:8; Tiago 5:20)


65 Jeová começou então a acordar com que do sono,Como um poderoso desembebedando do vinho-(78:65)


Por 'não dormirem assim como fazem os demais', os verdadeiros cristãos podem seguir o belo exemplo de vigília de Jeová. Para os "demais", pode parecer que Jeová é vagaroso em acabar com o atual sistema de coisas, com toda a sua corrução e injustiça. (2 Ped. 3:9) De modo que provavelmente ainda estarão "dormindo" quando lhes sobrevier repentinamente a "grande tribulação". (1 Tes. 5:3) Mas Jeová se mostrará deveras bem desperto. Seu proceder será então comparado ao da descrição no Salmo 78:65, 66


69 E começou a construir seu santuário igual às alturas,Igual à terra que fundou por tempo indefinido-(78:69)


De fato, a terra nunca será destruída. Ela foi 'fundada para sempre'. (Sal. 78:69, Almeida) Então, o que acabará? A atual "era" de iniqüidade. Haverá então em toda a terra o cumprimento da promessa de Deus no Salmo 37:10: "O iníquo não mais existirá; e estarás certamente atento ao seu lugar, e ele não existirá." Uma ordem inteiramente nova de coisas substituirá a atual.


0 Comentaram (Comente também):

Postar um comentário

Dependendo do conteúdo, seu comentário poderá ser excluído.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...